Velhas Virgens: muito rock’n’roll, cerveja e poesia em Porto Alegre

Posted: 20 de Maio de 2013 in Reviews
Banda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas Virgens
Banda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas Virgens
Banda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas Virgens
Banda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas VirgensBanda Velhas Virgens

Velhas Virgens – 05/2013, um álbum no Flickr.

VELHAS VIRGENS

Opinião, Porto Alegre/RS (19/05/2013)

Domingo chuvoso, um tempo realmente “broxante”. Mas, ainda assim, o Velhas Virgens fez mais um show excitante nesta capital que visita regularmente. Desta vez a desculpa para beber e tocar (risos) é a comemoração de 15 anos do lançamento do álbum Vocês Não Sabem Como É Bom Aqui Dentro, aclamado pela maioria dos fãs como o melhor na carreira da banda. É fácil mensurar a importância deste álbum para o Velhas Virgens, basta perceber que boa parte das faixas, compostas na verdade a mais de 15 anos, jamais saíram do set-list principal de seus shows, ainda que tenham lançado mais 10 ótimos álbuns em todo este período de forte atividade.

A banda de abertura era mais uma vez Tia Sila, mas infelizmente não consegui chegar a tempo para assistir ao seu show. A chuva chata e uma gripe, que fizeram o dia todo ser muito ruim, quase me fizeram perder o espetáculo desta noite. Foi somente pensando na diversão garantida do show do Velhas Virgens que consegui tomar forças e sair. Não me arrependi e ainda me surpreendi com o público, muito mais do que o esperado para aquela ocasião. É incrível como esta banda ainda consegue encher uma casa aonde eles tocam quase que uma vez por ano. Estão de parabéns por conseguir viver mais de 25 anos de rock’n’roll independente neste pais tão “carnavalesco”.

Por volta das 21:30 é dado início a festa com uma introdução que mais parecia algo pós-festa, uma música típica de ressaca, pelo menos o tipo que eu normalmente ouço neste momento. A banda vai entrando em palco um a um, bem tranquilos, até a chegada de Paulão, vestindo uma túnica azul, desenhada com luas e estrelas, e uma cartola amarela. Acredito que sua ideia com este traje exótico era parecer um mago da cerveja, ou algo parecido, foi no mínimo engraçado. Ao pegar os microfones Paulão já inicia cantarolando Sapato 36 do Raul Seixas, acompanhado de todo público presente. Em virtude desta entrada, nada mais óbvio do que já começar o show com Já Dizia O Raul. A escolha desta entrada mostra que a ideia era mesmo tocar o álbum na íntegra, porém alterando a ordem das canções para o show não ser tão previsível.

Na sequência da música que deu título ao álbum da noite, que embalava a festa, tocam Beijos No Corpo e já se vê muitas camisinhas voando pelo Opinião, provando que a baixaria já estava disseminada. Ao final Paulão comenta sobre os grandes músicos que participavam das gravações nesta época da banda, a exemplo desta última canção que conta também com Rita Lee no vocais. Ao perceber algumas brigas desnecessárias em frente ao palco, Paulão pede calma, mais calma, pois afinal, é uma noite de festa e comemoração. Mas fica difícil pedir calma e logo tocar uma música rápida e divertida como Eu Bebo Sim, novamente o público fica ensandecido, pulando e dançando freneticamente.

Após 15 ou 20 minutos de boa música e muita animação, surge aquele momento legal de dar boa noite, agradecer a presença das pessoas e conversar um pouco. Paulão certamente poderia fazer uma apresentação como stand-up comedy, pois consegue tomar muito bem a atenção do público e muitas risadas, ao brincar com a vendagem do álbum na época, com a lojinha que estava montada perto da escada, vendendo material oficial do Velhas Virgens e como sempre, faz muita sacanagem com seu amigo que cuida da loja, conhecido por Edu, (que eu acredito ser Edu Gago, ex-baixista da banda, mas não tenho certeza…).

Juliana, como de costume, entra vestida com uma mistura entre diaba e Angus Young, para soltar o berro em Mulher Do Diabo. Abre Essas Pernas é tocada em harmonia absoluta com o público que, ao final do leilão, sempre elogia muito a pobre Juliana. Acho esse momento, em que os dois vocalistas brincam e se divertem em palco, a parte mais divertida do show. Interpretações engraçadas de suas próprias músicas para alegrar o público. Como em Não Vale Nada, quando “Juju” entra no palco vestida de noiva e dizendo que ninguém ali valia nada. No meio da música, seu vestido é arrancado e por baixo está um corpete muito sensual, fazendo contraste com Paulão e sua super barriga à mostra ao som de Selvagem Do Asfalto.

Em Uns Drinks o público ajuda muito a manter o clima do show no seu máximo, destaque para a gaitinha de boca muito bem executada por Paulão. Fazem uma rápida parada, até que Juju volta para apresentar a banda em meio a muitas brincadeiras. Após a execução completa e muito bem feita do álbum da noite, sob uma ordem bem diferenciada das música, ainda há tempo para algumas músicas, de outros discos, que também nunca saem de seu set, como Cafajeste, …Pra Ver Se Come Alguém e Toda Puta Mora Longe.

Já perto do final do show, Paulão agradece às bandas locais que o convidaram para participar de suas gravações, como Cartel da Cevada. Este agradecimento obviamente veio junto com uma brincadeira de que ele só ajudou a piorar o trabalho destes, mas sabemos que isso é só uma piada mesmo. Finalizam a noite ao som de Minha Vida É O Rock’n’Roll, completamente no ritmo da noite. A banda inteira se mostra muito feliz em palco e ao final se despede do público junto a muito barulho. Mais uma vez o Velhas Virgens vem a Porto Alegre e nos proporciona uma grande festa, regada a muito rock’n’roll, cerveja e poesia no estilo “frases de caminhão” (risos).

por Caesar Cezar de Cesar

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s