Simple Minds: retorna a capital dos gaúchos e faz o público dançar

Posted: 6 de Outubro de 2013 in Reviews
Banda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple Minds
Banda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple Minds
Banda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple Minds
Banda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple MindsBanda Simple Minds

Simple Minds – 10/2013, um álbum no Flickr.

SIMPLE MINDS

Oi apresenta Araújo Vianna, Porto Alegre/RS (05/10/2013)

Aproveitando a fase atual do pop, uma suposta “reinvenção”, ou talvez mais do mesmo, os escoceses do SIMPLE MINDS retornaram a Porto Alegre depois de apenas três anos, que é bem pouco comparado aos 35 de carreira. O local escolhido desta vez foi o Auditório Araújo Vianna, com a capacidade maior que o anterior e, certamente, um ambiente mais descontraído para o público até mesmo dançar (o que desta vez, aconteceu).

Formada por Jim Kerr na voz, Charlie Burchill na guita, Ged Grimes no baixo, Mel Gaynor com as baquetas e Andy Gillespie no teclado, além é claro da bela voz de Sarah Brown, a banda se consagrou pela fidelidade ao seu estilo e nunca deixou de atingir aquele sucesso irrevogável pelo tempo. Talvez devido aos altos e baixos no seu processo criativo, ou quem sabe pela árdua tarefa de competir com os “pop-stars” de outrora, ou até mesmo em virtude do pop ser um estilo musical de tudo ou nada.

Pontualidade é indispensável em um auditório, então, exatamente no horário marcado as luzes se apagam e um clima com efeitos sombrios e uma sonoridade progressiva foram iniciados. O público se empolgou nos primeiros instantes, principalmente quando Jim Kerr entrou em palco chamando o público e cantando “Broken Glass Park“. De fato, foi pequeno o impacto nesta abertura e logo as pessoas, que recém haviam levantado, voltaram a se acomodar em suas cadeiras.

Ainda que perdendo o impacto do início do show, a banda conseguiu manter uma performance estável durante todo restante, animando principalmente os fãs mais eufóricos ao fundo do teatro, onde era visível que algumas pessoas dançaram e curtiram bastante, mesmo que distanes. Foi somente em “Once Upon a Time” que tivemos a primeira oportunidade de ouvir a voz de Sarah, tomando a frente da banda e produzindo um belo solo vocal que encantou a todos. Foi possível perceber a grande diferença de alcance das vozes, que talvez seja apenas o jeito de cantar, ou o timbre de voz, mas foi a emoção na voz de Sarah que tomou conta da plateia.

Algumas das músicas executadas durante a primeira parte do show eu não conhecia, infelizmente esta é uma banda que conheço apenas os hits. No entanto, era possível perceber na emoção dos fãs ao cantar junto quase que todas as canções executadas, enquanto eu sentia-me um pouco perdido ali. Os principais hits da banda parecem ter sido deixados mais para o final do set, a exemplo de “Don’t You (Forget About Me)”, tocada como penúltima música antes do bis. Kerr conseguiu melhorar um pouco o clima do show, entrosando-se mais com seus fãs e os fazendo cantar sob os pedidos dele.

Por sinal, a saideira para o bis pareceu ter ocorrido muito cedo, haviam tocado pouco mais de dez músicas, deixando de fora algumas bem conhecidas, como “Neon Lights” e “Alive and Kicking”. Sempre me refiro a esta parte como segundo ato do show, ou momento de despedida, no entanto, para o Simple Minds este foi o momento de executar mais cinco de seus maiores hits e deixar seus fãs satisfeitos com a despedida. Estranhei que uma banda conhecida por realizar shows empolgantes tenha feito uma apresentação não mais do que morna, contudo, devido a excelente qualidade das execuções fizeram todos aproveitar bem a noite, fosse cantando, dançando ou mesmo sentados ouvindo uma música agradável.

por Caesar Cezar de Cesar

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s